“Relacionamentos” com Paula Ponce

NO AMOR E ALQUIMIA - data a confirmar

Os relacionamentos são espelhos de nós mesmos. Os espelhos positivos são fáceis de aceitar enquanto que os negativos podem ser um desafio.

Também nas relações (de trabalho, afectivas, de amizade ou outras) nós recebemos o que acreditamos que merecemos. Que crenças negativas aprendeste sobre as relações enquanto crescías? De que forma se manifestaram essas crenças na tua vida?

Todos desejamos nas nossas relações amar …… e ser amados e partimos sedentos pela vida, exigindo que os outros, que o mundo, que “alguém” satisfaça a nossa sede de vida e amor. Responsabilizamos os outros (pais, familiares, amigos, chefes, professores, etc) porque nos esquecemos de que o que precisamos está dentro de nós.

Aquilo a que chamamos amor nos relacionamentos não passa muitas vezes de ter alguém que se comporta de uma forma que nós queremos. Na verdade pode-se dizer que a maior parte da nossa preciosa energia vital é gasta na tentativa de manipularmos o mundo para que ele satisfaça os nossos desejos.

É como é quase impossível relacionarmo-nos nas nossas vidas sem sermos “amachucados” pelas outras pessoas, vamos acumulando feridas, guardando ressentimentos e mágoas e corremos o risco de nos tornarmos pessoas amargas, desiludidas, sofredoras e presas ao passado.

 A quem ainda tens que perdoar, para viver uma vida mais feliz?

Ninguém muda ninguém. Ninguém muda sozinho. Nós mudamos nos relacionamentos. É nos relacionamentos que nos transformamos.

Duração - um dia 

 

DOMINGO  DAS 9:30 ÁS 18:30.

Troca de abundância: 60 euros